Notícias

Buscar

MOBILIZA SLZ INSTALA MAIS UMA ESCULTURA DE MATRACAS EM SÃO LUÍS.


A PRAÇA DEODORO, NO CENTRO DE SÃO LUIS FOI O CENÁRIO ESCOLHIDO PELO MOBILIZA SLZ, QUE TAMBÉM REALIZOU PRIMEIRO ENCONTRO PARA CONECTAR PARCEIROS DO MOVIMENTO.


As cores vibrantes que dão vida à arte do muralista Origes encheram de brilho a Praça Deodoro, no coração do Centro Histórico da capital maranhense. O cenário foi escolhido pelo Mobiliza SLZ para receber a terceira escultura em homenagem à cultura, ao turismo e à economia criativa da Ilha do Amor. Assim como as duas primeiras esculturas instaladas na cidade, em junho, a pintura de Origes foi desenvolvida na plataforma que representa mãos e matracas, em um movimento que quem ama e admira o Bumba Meu Boi conhece muito bem. "É uma alegria poder fazer parte do projeto e deixar um legado de arte pra nossa cidade", emociona-se o artista.


Quem passou pelo local, na manhã desta sexta-feira (02), não resistiu à beleza da obra e parou para fazer o registro, com o olhar cheio de admiração. Há 40 anos sem vir à terra natal e aproveitando uma viagem em família, o aposentado Edmilson Costa Oliveira, que vive em Belém (PA), sentiu-se presenteado ao se deparar com o símbolo da cultura popular maranhense. "Eu achei muito bonito, quando era criança, eu brincava nos bois. Fui embora muito cedo e agora voltei, estou muito orgulhoso da cidade onde nasci", derrete-se.

As obras de arte são, de fato, um presente repleto de muitos significados para a capital maranhense. "Com essas esculturas, nós materializamos o afeto dos maranhenses e de quem nos visita, porque as matracas representam muito para nós. Por isso, decidimos deixar esse legado e anunciar que o Mobiliza São Luís será um grande marco na cultura, no turismo e na economia criativa da cidade", justifica Danielle Abreu, coordenadora do movimento, de iniciativa do Sebrae Maranhão e parceiros.



ARTE E DANÇA

Após a instalação da escultura, uma ação-surpresa encantou o público: as irmãs e bailarinas Thalita Sousa, Isabella Sousa e Thayná Matarazzo, que compõem o grupo de dança Trois Dance, realizaram uma performance de 4 minutos que levou muita emoção a quem acompanhou tudo, de perto. O trio passeou pelos ritmos da cultura maranhense, em passos hipnotizantes. "Deu até vontade de dançar junto, é uma emoção contemplar a beleza da nossa gente e da nossa arte", comentou a comerciária Amanda Silva.

"Nós já estamos no Mobiliza SLZ, porque acreditamos no poder transformador da dança e da arte. Em setembro, vamos movimentar a cidade com o que sabemos e amamos fazer", anunciou a bailarina Thalita Sousa, do grupo Trois Dance.



Na plateia que se formou na Praça Deodoro, além de admiradores, também estavam alguns dos parceiros e incentivadores do Mobiliza SLZ, como a Prefeitura de São Luís, por meio da AMDES (Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social); a AJE-MA (Associação dos Jovens Empresários do Maranhão); e o próprio Sebrae Maranhão, que reuniu diretores e colaboradores durante a ação. "Estamos muito felizes com o movimento que está ganhando a cidade, isso só demonstra o enorme potencial de São Luís para os negócios da indústria criativa", enfatizou Raimundo Coelho, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae MA.


CONEXÃO MOBILIZA

Com envolvimento cada vez maior dos empreendedores criativos da Ilha, o Mobiliza começou a desenhar a programação do que vai rolar nos 9 dias de movimento, de 04 a 12 de setembro. Para isso, reuniu, pela primeira vez, quem já está mobilizado, em um encontro presencial que serviu para criar conexões.

Na ocasião, cerca de 100 pessoas acompanharam a apresentação da proposta do Mobiliza e também conheceram o case do Floripa Conecta, evento de inovação realizado em 2019, em Florianópolis (SC). "A gente veio mostrar um pouco da experiência do Floripa Conecta para mostrar tudo o que pode acontecer em São Luís, e motivar os empreendedores locais a se envolverem para deixar um legado histórico pra cidade", destacou Marcelo Bohrer, coordenador-geral do evento catarinense e consultor do Mobiliza SLZ.

"Minha expectativa para o Mobiliza é muito positiva, pois eu trabalho fazendo conexões. A oportunidade de reunir a galera da economia criativa em um único espaço é muito gratificante, vamos potencializar as ideias criativas na Ilha", opinou Manoel Mougeot, do coletivo de moda regional "Seja Açu".



O próximo Conexão Mobiliza já tem data marcada: 05 de agosto. Nesse segundo encontro, todos os parceiros já mobilizados irão conhecer a programação do Mobiliza, e iniciar oficialmente a contagem regressiva para o movimento que vai transformar a Ilha do Amor na Ilha da Criatividade.