Notícias

Buscar

SECRETARIA DA MULHER OFERTA ENCONTROS, CAPACITAÇÕES E AMPLIA SERVIÇOS NO MARANHÃO.


A INICIATIVA PROPÕE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, COLOCANDO EM PAUTA A GARANTIA DOS DIREITOS DAS MULHERES EM TODAS AS ESFERAS.


Encontros, capacitações, ampliação de serviços e mais acesso a ferramentas de proteção à mulher marcam a série de atividades realizadas ao longo do mês de março. A programação do Governo do Maranhão, coordenada pela Secretaria de Estado da Mulher (SEMU), tem ponto alto com a campanha “Março Mulher: De onde eu estiver, ajudo uma mulher”. A iniciativa propõe enfrentamento da violência doméstica, colocando em pauta a garantia dos direitos das mulheres em todas as esferas.

A campanha tem o objetivo de reforçar as redes de colaboração, tão importantes, sobretudo neste momento de pandemia que estamos vivenciando. E também fomentar essas relações, dentro da sociedade e dos grupos sociais, de modo geral, para as mulheres”, explica a titular da SEMU, Nayra Monteiro. A gestora acrescenta que o foco das atividades é o “enfraquecimento de estigmas e o fortalecimento dos movimentos contra a violência doméstica, as injustiças profissionais e as desigualdades de gênero”.


Entre as ações do cronograma da campanha ao longo do mês, estão informações nas redes da SEMU e Governo do Estado; treinamentos e capacitações para gestoras públicas e técnicos de secretarias municipais; oficina sobre o programa Aluguel Maria da Penha, destinado à Defensoria Pública; doação de sangue para mulheres, em parceria com o Hemomar e outros órgãos; lançamento da carta paras as mulheres; ações de saúde preventiva e informação, por meio da Carreta da Mulher e Ônibus Lilás, em diversos municípios maranhenses.


Na ocasião da campanha, medidas importantes ao segmento como o lançamento do Selo Amigo da Mulher. A ferramenta tem como objetivo de estimular a equidade de gênero e a promoção de políticas estruturantes que promovam e fortaleçam os direitos das mulheres. O selo marcou o Dia Internacional da Mulher – 8 de Março. Na data foi lançado ainda o primeiro Programa de Compras da Agricultura Familiar (PROCAF), destinado à cadeia babaçu.


O edital PROCAF Babaçu beneficia principalmente associações e cooperativas de mulheres quebradeiras de coco em todo o estado, ao destinar recursos para compra de produtos à base de babaçu, como óleo, azeite, mesocarpo, biscoitos, artesanato, sabonete e sabão. A ampliação do aplicativo Salve Maria para a região Tocantina e evento na Casa da Mulher Maranhense, em Imperatriz, também integram a campanha.


Empatia e união

A campanha “Março Mulher: De onde eu estiver, ajudo uma mulher” foi pensada a partir de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado durante a pandemia. Segundo o estudo, mais de 30 milhões de famílias são chefiadas por mulheres microempreendedoras, que pela necessidade do confinamento podem estar enfrentando dificuldades financeiras, sociais e psicológicas.

O mote “De onde eu estiver, ajudo uma mulher” foi escolhido por sintetizar a concepção da palavra “sororidade”. O termo remete ao conceito de união feminina em um momento tão complicado, para incentivar que as mulheres ajudem umas às outras da forma que puderem.

Nesse contexto, a campanha estimula a sororidade, conceito tão importante para o universo feminino, que evidência a reciprocidade das mulheres, resultando na empatia feminina”, ressalta Nayra Monteiro. A gestora reforça que o objetivo é ampliar o engajamento social pelas pautas prioritárias às mulheres. “Teremos mulheres, e homens também, colaborando para esse fortalecimento, chamando todos para essa finalidade, pois beneficia não só as mulheres, mas toda a sociedade”, diz a titular da SEMU.


FONTE E FOTO: SECOM